Notícias

Aposentadoria

Drive thru do INSS – agendamento e entregas

drive-thru-do-INSS

Agendamento pode ser feito por telefone, site ou aplicativo; objetivo e evitar atendimento presencial durante a pandemia.

O drive thru do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começou dia 18/08 a prestar o serviço Exigência Expressa, ou drive thru do INSS, apenas mediante agendamento prévio, desta forma, o cidadão que precisar apresentar documentos complementares à autarquia após pedido deverá agendar o depósito de cópias da documentação em urnas localizadas nas agências da Previdência Social, em uma espécie de drive thru do INSS.

Para isso, o agendamento pode ser feito por telefone (135), pelo site Meu INSS ou pelo aplicativo de mesmo nome. Como resultado das agências estarem atualmente fechadas para o público por causa da pandemia do novo coronavírus, as entregas são feitas sem contato físico e sem acesso ao interior das agências. Por isso o segurado não recebe protocolo ou recibo de entrega dos documentos.

Mas as exigências são emitidas pelo INSS após análise inicial de pedidos feitos por cidadãos, identificando a necessidade de documentos complementares e segundo a autarquia, diante da falta de documentação, o segurado é notificado via e-mail, carta, SMS ou aplicativo.

Mas, vale destacar que a Exigência Expressa, ou o drive thru do INSS, não pode ser utilizada para cumprimento de exigência de requerimento de auxílio-doença com documento médico. Em casos assim, o segurado só pode anexar documentos pelo Meu INSS.

Como proceder no drive thru do INSS

Primeiramente, o segurado que optar pela apresentação dos documentos por meio de Exigência Expressa deve, inicialmente, agendar o serviço. Nesta etapa, será gerado um número de protocolo.

Feito isso, basta colocar uma cópia simples da documentação exigida em um envelope e colocá-lo nas urnas disponíveis nas unidades do INSS. As cópias devem estar legíveis e sem rasuras, e os envelopes precisam ser entregues entre 7h e 13h.

Além da cópia da documentação solicitada, o envelope deve trazer uma autodeclaração, na qual o segurado se responsabiliza pela autenticidade das informações prestadas. O modelo do termo de declaração está no site do INSS.

Do lado de fora, o envelope precisa ser identificado com os seguintes dados:

  • Nome completo;
  • CPF;
  • Endereço completo;
  • Telefone (mesmo que para recado);
  • E-mail, se houver;
  • Número do protocolo recebido no momento do agendamento da Exigência Expressa.


O INSS informa que as cópias entregues não serão devolvidas. A documentação será escaneada e inserida no sistema pelos funcionários do instituto; depois, por segurança, os papéis serão destruídos. O segurado pode acompanhar o andamento do processo pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

4 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *